Palácio Altemps

Palácio Altemps

Erigido no século XV pela família Riario e reformado um século depois sob as ordens do cardeal Marco Sittico Altemps, o Palazzo Altemps foi inaugurado em 1997 como parte do Museu Nacional Romano. 

As exposições

O Palácio Altemps abriga uma importante coleção de esculturas gregas e romanas que pertenceram a diferentes famílias da nobreza romana entre os séculos XVI e XVII. As obras estão expostas em salas de grande beleza decoradas com frescos em suas paredes e tetos.

As figuras pertencentes à Coleção Altemps estão expostas no belo pátio e junto à escada monumental. Embora a coleção do cardeal Altemps inclua mais de cem obras, grande parte delas estão expostas entre outros museus, como o Museu do Louvre.

A coleção de Boncompagni Ludovisi se estende pela maior parte do museu. Possui mais de cem obras, entre as quais se destacam a figura do Suicídio de Gálata e o impressionante sarcófago de Ludovisi o Grande.

No palácio também está exposta uma grande coleção de arte egípcia, além das coleções que pertenceram às famílias Mattei e Del Drago.

Provavelmente uma das partes mais chamativas do museu seja a Igreja de São Aniceto, um pequeno e agradável templo que está no interior do edifício.

Uma visita obrigatória

O Palazzo Altemps é um dos melhores museus em Roma e conta com a vantagem adicional de que sua entrada está incluída com a do resto das sedes do Museu Nacional Romano. 

Horário

De terça a domingo, das 9:00 às 19:45 horas.

Preço

Adultos: 7€.
Cidadãos da UE entre 18 e 24 anos: 3,50€.
Cidadãos da UE menores de 17 anos e maiores de 65: entrada gratuita.
Inclui: Palazzo Massimo, Palazzo Altemps, Cripta Balboi, Termas de Diocleciano.

Transporte

Ônibus: linhas C3, 30, 70, 81, 87, 116, 130, 186, 492 e 628.

Lugares próximos

Praça Navona (246 m)
Museu de Roma (384 m)
Panteão de Agripa (426 m)
Piazza Colonna (577 m)
Castelo de Sant'Angelo (579 m)