Igreja de Gesù

A Igreja de Gesù foi a primeira igreja jesuíta de Roma e é um dos exemplos mais destacados da arte barroca romana.

Construída entre 1568 e 1584, Il Gesù foi a primeira igreja jesuíta que se construiu em Roma. Decorada de forma profusa e opulenta a partir do século XVII, atualmente é um dos exemplos mais destacados da arte romana barroca. 

No interior

O templo não tem naves laterais, mas pequenas capelas que fazem com que a congregação se mantenha em frente ao altar maior.

Uma das pinturas mais chamativas da igreja é o fresco da abóbada da nave, feito por Baciccia. O fresco é acompanhado por figuras de madeira e estuque que lhe dão um aspecto tridimensional.

Em uma das capelas podemos ver a Madonna della Strada (Virgem da Rua), uma imagem do século XV que originariamente estava na fachada da Santa Maria della Strada, igreja que anteriormente estava localizada no mesmo lugar.

Uma das alas do templo abriga a Capela de São Inácio de Loyola, uma das maravilhas da arte romana barroca. Nela estão a sepultura do santo decorada com prata, ouro, bronze, mármore e alguns minerais especiais.

À direita do transepto está o Altar de São Francisco Xavier, um dos monges que junto com São Inácio de Loyola fundou a Companhia de Jesus. No altar é mantido um relicário no qual se conserva o antebraço direito do santo.

Uma entre várias

Il Gesù não é uma das igrejas mais chamativas de Roma, mas tem a vantagem de estar em uma região bastante central, perto da Praça Venezia.

Horário

Todos os dias, das 9:30 às 17:30 horas.

Transporte

Metrô: Colosseo, linha B.
Ônibus: linhas 60, 84, 85, 87, 175, 810 e 850.

Lugares próximos

Cripta Balbi (158 m)
Palácio Venezia (166 m)
Área Sacra (223 m)
Palácio Doria Pamphilj (264 m)
Monumento a Vittorio Emanuele II (348 m)