Galeria Nacional de Arte Moderna de Roma

Galeria Nacional de Arte Moderna de Roma

Paul Cézanne, Antonio Canova, Claude Monet, Vincent Van Gogh... a Galeria de Arte Moderna de Roma é um dos melhores museus de arte da Itália.

A Galeria Nacional de Arte Moderna de Roma foi criada em 1883 para abrigar as obras de arte contemporâneas do recente estado italiano unificado. Originalmente a galeria estava no Palácio de Exposições até que, em 1915, as coleções foram transferidas ao Palácio de Belas Artes, onde continuam sendo expostas as obras de arte moderna e contemporânea italianas. 

As exposições

A coleção do museu conta com mais de 5.000 obras pictóricas e escultóricas, entre as quais estão trabalhos que vão desde o período Neoclássico até as obras abstratas criadas ao redor de 1960.

As enormes salas onde é exposta a coleção permanente do museu são extremamente interessantes, já que não só exibem obras extravagantes como a maioria dos museus de arte moderna, como permite contemplar valiosas obras de conhecidos artistas.

No andar térreo do museu estão os trabalhos pertencentes ao século XIX, entre os quais estão as obras de Paul Cézanne, Antonio Canova, Claude Monet e Vincent Van Gogh.

No andar superior estão as obras do século XX, entre as quais se encontram as de diferentes artistas futuristas, cubistas, dadaístas e criadores de arte abstrata.

Diferente de outros do seu estilo

A Galeria Nacional de Arte Moderna oferece uma interessante coleção formada por uma grande quantidade de obras de artistas conhecidos expostas de uma maneira muito agradável de visitar.

Diferentemente de outros museus de arte moderna que se centram na exposição de obras abstratas e estranhas, a galeria de Roma oferece uma interessante variedade artística.

Horário

De terça a domingo, das 8:30 às 19:30 horas.

Preço

Coleção permanente
Adultos: 8,50€.
Pessoas entre 18 e 25 pertencentes à UE: 4€

Transporte

Metrô: Flaminio, linha A.
Ônibus: linhas 88, 95, 490 e 495.