Documentação necessária para viajar a Roma

Documentação necessária para viajar a Roma

Informamos a documentação necessária para viajar a Roma dependendo da nacionalidade do visitante:

Cidadãos brasileiros

Os cidadãos brasileiros podem entrar na Itália levando apenas o passaporte com pelo menos 6 meses de validade se forem como turistas, por um período máximo de 90 dias.  

Cidadãos europeus

A Itália pertence à União Europeia desde 1958, por isso os cidadãos da UE e do espaço Schengen podem entrar em Roma com o documento de identidade ou passaporte em vigor. Os países da UE e do Tratado Schengen são:

Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Islândia, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Romênia, Suécia e Suíça.

Outros países isentos de visto 

Para estâncias inferiores a 90 dias, os cidadãos dos seguintes países só necessitam um passaporte válido para viajar para a Itália:

Andorra, Argentina, Austrália, Brunei, Canadá, Costa Rica, Croácia, El Salvador, Estados Unidos, Guatemala, Honduras, Hong Kong, Israel, Japão, Macau, Malásia, México, Mônaco, Nicarágua, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, Peru, República da Coreia, San Marino, Suíça, Singapura, Uruguai e Venezuela. 

Outros países

A melhor opção para os cidadãos de outros países que não mencionamos anteriormente é ir à Embaixada Italiana do seu país ou consultar no site do Ministério de Assuntos Exteriores da Itália: