Área Sacra

Área Sacra

A Área Sacra é a zona onde estão as ruínas dos templos mais antigos que se conservam em Roma. Atualmente a área é dominada por centenas de gatos que vivem entre os restos das construções. 

O descobrimento

A Área Sacra foi descoberta entre 1926 e 1930 durante os trabalhos de construção de um edifício. A zona estava ocupada por quatro templos construídos no século III a.C. e pelo teatro e a cúria de Pompeu, lugar onde foi assassinado Júlio César.

Como não se sabe a que estavam dedicados os templos, eles foram nomeados com as letras A, B, C e D. 

A cidade dos gatos

Desde que realizaram as primeiras escavações na Área Sacra, centenas de gatos decidiram transformá-la em seu lar. Atualmente é muito comum vê-los andando tranquilamente entre as ruínas, sentindo-se protegidos.

Junto às grades que protegem a zona é possível ver cartazes indicando que os gatos são bem-vindos e que não se deve maltratá-los. Os gatos são tão importantes para a região que têm seu próprio site: 

Recomendado, principalmente à noite

Os restos dos templos que se conservam na Área Sacra compõem uma das zonas mais interessantes de Roma. As ruínas ficam especialmente bonitas com a iluminação dourada que é acesa durante a noite, enquanto os gatos se ocultam entre as sombras dos antigos edifícios.

Transporte

Ônibus: linhas 40, 46, 62, 64, 70, 81, 87, 186, 492 e 810.

Lugares próximos

Cripta Balbi (162 m)
Igreja de Gesù (223 m)
Panteão de Agripa (346 m)
Palácio Venezia (369 m)
Campo dei Fiori (402 m)