Igreja de Santa Maria del Popolo

Igreja de Santa Maria del Popolo

Localizada na Piazza del Popolo, ao lado da porta norte da cidade, a Igreja de Santa Maria del Popolo é um pequeno templo que se destaca por sua grande riqueza artística da época do Renascimento.

O início da igreja

A igreja Santa Maria del Popolo teve uma origem bastante incomum. O fantasma de Nero permaneceu durante muito tempo na mente dos cidadãos romanos, que pensavam que no lugar onde ele havia sido enterrado havia crescido uma nogueira  enfeitiçada sempre cheia de corvos.

Para por um fim à lenda, em 1099 o Papa Pascoal II ordenou cortar a árvore e colocar em seu lugar uma capela românica. A capela foi ampliada em 1227 e posteriormente reformada entre os anos 1472 e 1477. No ano 1513, alguns dos principais artistas da época, como Pinturicchio, Rafael, Caravaggio e Bernini receberam a encomenda de decorar as paredes e tetos do templo.

No interior

O interior de Santa Maria del Popolo é diferente do da maioria das igrejas de Roma. Os tetos, dotados de menor altura que o habitual, estão praticamente nus, enquanto a decoração de cada uma das pequenas capelas ganha importância.

Entre as maravilhosas obras artísticas da igreja se destaca a Capela Cerasi, na qual podemos ver duas telas feitas por Caravaggio no ano 1600, e também a chamativa Capela Chigi, construída e decorada por Rafael.

Como curiosidade, nas inscrições dos bancos de madeira é possível ver os nomes das pessoas a quem cada um deles é dedicado. Esta também é uma prática muito comum em Edimburgo, onde os familiares das pessoas falecidas compram mobiliário urbano em sua homenagem..

Não é como as demais

Em Roma podemos visitar diversas igrejas, por isso é importante selecionar as que se destacam sobre as demais para não visitar centenas delas. Santa Maria del Popolo é um desses templos que resultam especiais, não por suas dimensões nem pela estrutura do edifício, mas pela chamativa decoração de suas capelas. 

Horário

De segunda a sábado, das 7:00 às 12:00 e das 16:00 às 19 horas.

Preço

Entrada gratuita.

Transporte

Metrô: Flaminio, linha A.
Ônibus: linhas 95, 117, 119, 490, 495 e 926.